Está na

Nossa história


Desde a criação da primeira gestora na Espanha há 40 anos, o Santander Asset Management ampliou sua presença internacional, com especial foco na Europa e na América Latina, através da expansão do Grupo Santander no mundo.

1971

Criação na Espanha da primeira sociedade gestora de ativos do Banco Santander, denominada Gesbansander que iniciou sua atividade administrando Banserfond, um fundo de investimento de renda variável, e mais tarde incorporou outro fundo de investimento de renda fixa, o Banserfond II.

1977

Integração das gestoras de ativos do Grupo Santander(Gesbansander, Banesto Gestión e BSN Gestión) em uma única entidade denominada Santander Gestão.

1999

Da mesma forma que os bancos matrizes espanhóis, as gestoras do Banco Santander e do Banco Central Hispano iniciam o processo de fusão, dando como resultado o Santander Central Hispano Gestión, com um patrimônio administrado de 73 bilhões de euros.

2000

As aquisições estratégicas realizadas pelo Grupo Santander na América Latina, aumentaram a presença internacional que Santander tinha nesse momento na indústria de gestão de ativos com sociedades gestoras no Chile, Brasil, México, Argentina e Colômbia.

2007

Após a aquisição dois anos antes do banco britânico Abbey National Bank pelo Banco Santander, cria-se o Santander Asset Management UK fruto da integração das diferentes gestoras de ativos de Abbey National Bank.

2008

Com a aquisição de ABN Amro no Brasil pelo Banco Santander, integram-se as sociedades gestoras de ativos de ambas as entidades, cria-se o Santander Asset Management Brasil.

2010

Abertura do primeiro escritório de representação em Tóquio para oferecer serviço aos clientes institucionais da região.

2011

Com a aquisição do Bank Zachodni WBK na Polônia por parte do Banco Santander, incorpora-se a estrutura internacional de Santander Asset Management a sociedade gestora polonesa BZ WBK TFI & AM, a terceira maior do país em termos de ativos administrados.

2013

Abertura do novo escritório na Alemanha. Santander Asset Management passou 50% pelo Banco Santander e em 50% por Warburg Pincus e General Atlantic. O acordo de participação supõe um forte impulso para o negócio de gestão de ativos da Santander Gestão de ativos, melhorando a capacidade local e global de gestão e uma qualidade de serviço oferecida

2016

O Banco Santander chegou a um acordo com a Warburg Pincus e General Atlantic para a aquisição dos 50% de participação na SAM, o que fará com que a SAM volte a ser 100% de propriedade do Grupo Santander – sujeito a aprovações regulatórias

Subir